Táxi aéreo clandestino: entenda os perigos envolvidos em voar fora da lei

táxi-aéreo-clandestino

O sistema de transporte aéreo não é apenas o mais seguro e credível do mundo, como também o mais rígido no que tange à normas, regras e sistemas de certificação. Entretanto, um grande imbróglio vem assolando o mercado: o Táxi Aéreo clandestino, popularmente conhecido como “TACA”.

Quando os donos de aeronaves realizam voos fretados sem a homologação correta da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, o voo é considerado clandestino e ocorre sem todos os padrões de segurança exigidos. Já uma empresa de Táxi Aéreo homologada é submetida a uma série de normas, de modo que as aeronaves possuem o mais alto nível de segurança, com fiscalizações e manutenções constantes. Dóris Pontes, do departamento comercial da Brasil Vida Táxi Aéreo, ressalta a importância de contratar uma empresa de Táxi Aéreo credível, sobretudo por conta da experiência dos pilotos. “O conhecimento do piloto para a tomada de decisão em um momento de emergência faz toda a diferença. Uma empresa regular adota treinamentos constantes com seus tripulantes e funcionários, elevando o nível de segurança de todas as operações”, frisou Dóris.

Infelizmente, o número de acidentes com aeronaves piratas vem aumentando consideravelmente. Sabe-se que essas aeronaves possuem custo muito menor de operação e, por conta do preço demasiadamente inferior, muitos clientes acabam optando pelo transporte ilegal. O risco é grande e envolve desde a emissão de notas fiscais não condizentes com o serviço prestado até o principal: a segurança dos ocupantes da aeronave. Aeronaves clandestinas, além de não possuírem manutenção periódica, voam com pilotos recém-formados, que muitas vezes atuam sem remuneração, apenas pelas horas de voo necessárias para suas formações. Faz-se necessária a conscientização da sociedade como um todo para uma questão tão séria e que coloca em risco tantas vidas e tantas famílias.

O que fazer ao contratar uma empresa de Táxi Aéreo?

– Exigir o Certificado de Homologação de Transporte Aéreo e certificar-se na ANAC sobre a validade do documento;

– Solicitar o relatório de manutenção da aeronave;

– Consultar o prefixo da aeronave contratada no site da ANAC;

– Ao embarcar, observar se a aeronave contratada e com o prefixo informado pelo operador é a mesma;

– Atentar-se para o adesivo de identificação da homologação da aeronave. A porta de embarque deve conter o adesivo “TÁXI AÉREO”.

Sobre a Brasil Vida

A Brasil Vida Táxi Aéreo atua em todo o território brasileiro, bem como nas Américas do Sul, Central e do Norte, na Europa, na África, na Ásia e na Oceania. É a primeira e única empresa no Centro-Oeste a garantir homologação para atuar como UTI aérea e táxi aéreo mundialmente. Para todos os voos, a Brasil Vida conta com pilotos e copilotos capacitados. 

A empresa é referência no segmento de UTI aérea e, para esse tipo de voo, conta também com uma equipe altamente especializada de médicos e enfermeiros. Tanto a equipe médica quanto a tripulação passam periodicamente por cursos de atualização, como Introdução à Medicina Aeroespacial, Fisiologia de Voo, Intervenções de Bordo e Emergências Gerais, entre outros.

As aeronaves da empresa são modernas e totalmente equipadas. Para cuidar da manutenção das aeronaves, a Brasil Vida Táxi Aéreo utiliza os serviços da Brasil Aviation, que é uma empresa do grupo certificada pela ANAC. A manutenção é feita periodicamente por uma equipe qualificada da Brasil Aviation, que passa constantemente por cursos de atualização específicos.  Os procedimentos de manutenção preventiva seguem altos padrões internacionais de qualidade e segurança. A Brasil Vida atende a todas as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), da Agência Nacional de Saúde (ANS), dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) e dos Conselhos Regionais de Enfermagem (CORENs).

Post anterior
Serviços da Brasil Vida Táxi Aéreo funcionam 24 horas
Próximo post
Transporte aeromédico e UTI Aérea: muito mais que um serviço, uma missão
Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu